Carlos da Silva Assunção Filho, o Cafi, nasceu em Recife (PE) em 20 de fevereiro de 1950. Membro de uma tradicional família pernambucana, seus pais eram muito ligados às artes e à política. Pela sua casa, durante sua infância, passaram personalidades como Miguel Arraes, Paulo Mendes Campos e Fernando Sabino.
Influenciado pelo tio colecionador de fotografias, Cafi iniciou sua vida profissional fotografando os quadros que ele próprio pintava na adolescência. Em 1968, conheceu Ronaldo Bastos que o apresentou para o restante da turma do Clube da Esquina.
Nessa época, ele começou a trabalhar com os novos amigos, assinando as fotografias de diversas capas de discos, inclusive a emblemática capa do álbum Clube da Esquina, de 1972, com os dois meninos.
Mais tarde, com Ronaldo Bastos, Cafi fundou a “Nuvem Cigana”, produtora especializada em poesia e artes visuais. A partir de então, realizou trabalhos para grandes nomes da música brasileira e hoje é reconhecido por seus trabalhos com capas de discos.

Depoimento

De uma certa maneira, eu vibrei muito com capa de disco. Hoje em dia, nem estou tanto mais assim, mas o Clube da Esquina foi vibrante, eu achei legal. Teve uma capa do Beto também, “A Página do Relâmpago Elétrico”, que eu gosto também. Leia todo o depoimento

Blog de Cafi

Olá, mundo!

Bem-vindo ao blog no Museu Clube da Esquina. Acompanhe aqui novidades e notícias!

Galeria