Reportagem sobre a reunião do Minc

| | |

A construção de uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC) e a Associação do Museu Clube da Esquina, para a criação da sede da instituição em Belo Horizonte, e a elaboração de uma pauta de discussões sobre o Sistema Nacional de Cultura (SNC) foram os temas da audiência desta quarta-feira (18), em Brasília, entre o secretário Executivo do MinC, Vitor Ortiz, e a secretária de Cultura de Minas Gerais, Eliane Parreiras.

O projeto do museu vem de longa data e prevê um conveniamento com o MinC no valor de R$ 550 mil para implantação da sede, que irá abrigar todo o acervo do movimento musical mineiro, iniciado nos anos 60, pelo cantor, compositor e instrumentista Milton Nascimento e os irmãos Borges.

Clube da Esquina foi o título do primeiro LP do grupo, gravado em 1972, que trouxe inovações à Música Popular Brasileira (MPB), como a forte presença da percursão no ritmo musical e a volta dos temas políticos às composições. O nome do disco passou a identificar toda uma geração de cantores e compositores mineiros.

O secretário Vitor Ortiz disse que criação do museu é importante para a cultura brasileira e que o ministério tem todo o interesse em apoiá-lo. Ele solicitou à equipe técnica do MinC um estudo sobre a alocação de recursos, junto ao Fundo Nacional de Cultura (FNC), para o projeto. O convênio deverá ser firmado com a Associação de Amigos do Museu Clube da Esquina e terá parceria do governo do estado de Minas Gerais.

Ortiz manifestou o interesse do Ministério da Cultura em ter o estado de Minas Gerais como parceiro, no fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura(SNC). “Já temos a adesão de vários estados e gostaríamos de contar também com Minas Gerais, para podermos elaborar um amplo plano de ação cultural ao estado, apoiado nos recursos do Fundo Nacional de Cultura”, argumentou.

A secretária Eliane Parreira comentou que o estado já vem trabalhando dentro das diretrizes do SNC e que estão faltando apenas algumas adequações finais no sistema estadual de cultura para aderirem ao sistema nacional. Outro tema abordado na reunião foi o da unificação do sistema de informação sobre os indicadores culturais, através do Salic Web, para a formação de uma rede nacional de acesso aos dados culturais.

O presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte/MinC), Antônio Grassi, e o secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura (MinC), João Roberto Peixe, também participaram do encontro com a secretária de Educação de Minas Gerais.

FONTE:Ministério da Cultura

Link: http://www.cultura.gov.br/site/2011/05/19/clube-da-esquina/

(Texto: Patrícia Saldanha, Ascom/MinC)
(Fotos: Marina Ofugi, Ascom/MinC)

Fale na Esquina

Fale na Esquina

Deixe uma mensagem

2 Mensagens para Reportagem sobre a reunião do Minc

  1. carmem disse:

    iniciativa louvável, mostrar a música de minas gerais, afinal Minas também faz parte da história do movimento da música brasileira.

  2. mario pv monteiro disse:

    O Museu deveria ser mais que físico, ter um amplo espaço virtual, de caráter permanente, na internet. Porque esse negócio de ele ficar fisicamante e unicamente em BH é muito confinante, é muito pouco espaço e presença pra importância do movimento, da época, dos músicos e dos afilhados (afiliados?). Todo brasileiro deveria estar, no mínimo, sabendo, ligado!